Notícia

2min leitura

Estão deixando a gente sonhar

Brasil deu show na estreia da Copa, mas possível dobradinha Haddad-Arida foi o que animou os mercados

Por Thiago Salomão

25 nov 2022 14h47 - atualizado em 25 nov 2022 02h50

Brasileiro é um povo que se empolga muito rapidamente. Ontem foi a prova disso: se num momento boa parte de nós estava cética com o desenrolar das coisas, bastou uma dupla surgir para trazer empolgação e festa em verde-e-amarelo.

Eu poderia estar falando da dobradinha Richarlison + Vini Jr, mas na verdade estava falando de outra dupla…

A notícia de que Fernando Haddad e Persio Arida podem fazer uma dobradinha nos Ministérios da Fazenda e do Planejamento trouxe ânimo para os investidores.

Se você tem memória boa, vai lembrar que, dias após a eleição do 2º turno, o mercado teve um stress com a possibilidade de Haddad ser ministro. Ele enlouqueceu agora? Nada disso, apenas as circunstâncias são diferentes.

Naquela semana, o mercado ainda vivia a expectativa de ter Henrique Meirelles (ou alguém com a mesma linha de pensamento econômico) chefiando a Fazenda. Trocar o nome de Meirelles pelo de Haddad foi um verdadeiro balde de água fria.

Só que de lá pra cá, outros nomes ainda mais à esquerda ganharam tanta força para assumir a Fazenda que fizeram do Haddad uma pessoa muito mais palatável. Ainda mais se junto com ele vier um nome de ideias mais liberais, como o Persio.

Ou seja: a bolsa não subiu especificamente pelo Haddad, mas sim por retirar do jogo a possibilidade de um nome muito mais à esquerda. Tudo na vida é relativo.

Conversamos muito sobre isso no último episódio do Market Makers. Lula deveria mesmo buscar uma dobradinha que possa conversar tanto com os aliados do PT quanto com o mercado.

Como bem disse na entrevista a economista da Novus Capital, Yara Cordeiro, o Lula tem consciência do que deu errado na gestão Dilma (por mais que nem ele nem o PT verbalizaram publicamente onde foi que erraram).

Lembrando que a notícia não teve confirmação, ela ainda é apenas mais um dos balões de ensaio soltados pelo governo de transição. Mas, aos poucos, alguns bodes vão saindo da sala.

Apesar da reação explosiva da nossa bolsa ontem, ainda há muita coisa a ser definida no Brasil. Tudo bem comemorar as primeiras vitórias, mas o campeonato não está ganho.

Para saber melhor quais são os grandes desafios do Brasil, acompanhe nosso último episódio. Você pode conferir no Youtube, no Spotify ou em qualquer plataforma de podcast.

Pra quem já ouviu o episódio, já sabe que faremos no dia 1º de dezembro em São Paulo um evento de fim de ano. O evento é para os membros da Comunidade Market Makers. Além de um happy hour oferecido por nós, também faremos dois painéis: um deles vai se tornar um episódio e o outro vai ser 100% exclusivo apenas para quem é da Comunidade.

Se você quer vir ao nosso evento, não perca tempo: Assine agora a Comunidade Market Makers e garanta sua presença.

Compartilhe

Por Thiago Salomão

Fundador do Market Makers, analista de investimentos CNPI-P, MBA em Mercados Financeiros na Fipecafi e na UBS/B3. Antes de fundar o MMakers, foi editor-chefe do InfoMoney, analista de ações na Rico Investimentos, co-fundou o podcast Stock Pickers e foi sócio da XP de 2015 a 2021

thiago.salomao@mmakers.com.br