Notícia

2min leitura

Menos Ego

O ego é um dragão que você tem que aprender a lidar com ele

Por Josué Guedes

19 out 2022 11h48 - atualizado em 24 out 2022 02h16

Texto originalmente publicado na CompoundLetter, a newsletter do Market Makers. Inscreva-se na newsletter gratuitamente deixando o seu e-mail aqui!

Não lembro exatamente a primeira vez que escutei o Tio Ricco, mas depois daquele dia passei a acompanhar seu podcast e stories com assiduidade.

Aquela voz característica, a gargalhada única e os conselhos de um verdadeiro tio que todo mundo gostaria de ter cativa qualquer pessoa com o mínimo interesse pelo mercado. E foi justamente o que aconteceu.

De conversas com Daniel Zuckerman sobre investimentos a conselhos de vida no Instagram, o Tio propaga como ninguém a filosofia de “tomar risco”. Não à toa o nome do seu podcast e principal jargão é “Muito Risco, Pouco Ego”.

Perguntado pelo Thiago Salomão no episódio #16 sobre qual conselho daria para o Tio Ricco de 20 anos de idade, sua resposta resumiu bem sua filosofia de vida com forte influência estóica:

“Toma risco! Toma risco! Daqui a pouco você vai morrer. Todo mundo vai morrer. Nós três daqui 100 anos [estaremos] todos debaixo da terra. Ninguém vai nem lembrar [da gente]. Toma risco, porque a vida passa voando.”

Lembrar que você um dia vai morrer é um dos exercícios mais básicos e famosos dos praticantes do estoicismo: memento mori (“meditação sobre a morte”).

Longe de ser algo mórbido, essa meditação, na verdade, é praticada por aqueles que desejam viver intensamente, porque a lembrança da morte nos faz refletir sobre a vida. Marco Aurélio, grande expoente do estoicismo, escreveu: “Você poderia deixar a vida agora. Deixe isso determinar o que você faz, diz e pensa”.

Mas não adianta exercitar o memento mori para criar coragem e tomar risco sem lembrar da segunda parte do conselho: pouco ego.

“O ego é um dragão que você tem que aprender a lidar. E o mercado é um ótimo balizador de ego, porque uma hora você vai se f&#%. E quando você tá muito confiante, aí que você vai errar mesmo, porque você acha que não vai errar”, comentou Tio Ricco no ep #16 sobre o ego.

Falando em estoicismo e ego, um dos meus episódios prediletos do podcast do Tio é o #28: Trump X Biden, o ego é seu maior inimigo.

Com menos de uma hora de duração, Tio Ricco e Zuckerman falam sobre um livro, O Ego é Seu Inimigo, escrito por um dos maiores propagadores do estoicismo da atualidade, Ryan Holiday (já falei sobre ele aqui).

Antes que um psicólogo ou psicanalista aponte o erro na afirmação de que o ego é um inimigo, vale comentar que o entendimento do “ego” no livro não é o mesmo dos estudiosos daquelas ciências – uma das instâncias da psique humana. Holiday define o ego como arrogância ou um “entendimento exagerado sobre a importância de si mesmo”.

E por que isso é um problema?

Porque esse inimigo te impede de enxergar, analisar e corrigir os próprios erros. Em outras palavras: impede a aprendizagem e consequentemente o crescimento/evolução.

Usando histórias reais para demonstrar como se faz para dominar o ego, Holiday apresenta estratégias e táticas práticas para vencer esse inimigo interno.

O Tio Ricco já leu mais de 3 vezes, então, se você ainda não leu, talvez esteja na hora.

Compartilhe

Por Josué Guedes

josue.guedes@mmakers.com.br