Notícia

2min leitura

Um banqueiro e seu anjo da guarda

O pai da Faria Lima: a história do criador do Garantia, Pactual e da Selic

Por Renato Santiago

11 nov 2022 11h13 - atualizado em 17 nov 2022 12h59

Texto originalmente publicado na CompoundLetter, a newsletter do Market Makers. Inscreva-se na newsletter gratuitamente deixando o seu e-mail aqui

Se o mercado brasileiro tem alguém com uma trajetória incrível, ele é Luiz Cezar Fernandes. Por onde se olhe, da Faria Lima a Brasília, lá estarão instituições que têm suas digitais. Garantia, (BTG-)Pactual, Selic, Cetip e Anbima são algumas delas.

Talvez o único personagem que possa dizer que tenha uma trajetória mais impressionante que a de Cezar é seu anjo da guarda, citado algumas vezes na entrevista de mais de duas horas que ele nos concedeu no episódio desta semana do Market Makers.

O trabalho do anjo começou cedo, ainda na infância, quando ele caiu de uma árvore e quebrou a bacia, mas sobreviveu. Depois, o anjo da guarda tirou o pai de Cezar de seu caminho quando ele fugiu de casa, no interior de São Paulo, e foi viver na capital com uma prostituta.

A trajetória de Luiz Cezar e seu anjo estava apenas começando. Aos 14 anos, ele começou a trabalhar no Bradesco, onde teve uma ascensão meteórica e pediu demissão no mesmo dia que seria promovido. “Se eu era bom para assumir aquele posto era bom para qualquer um.”

A partir daí o anjo da guarda começou a mostrar seu outro talento, além da proteção: o de recursos humanos. Segundo o próprio banqueiro, foi ele que colocou em seu caminho as pessoas certas. Gente como Jorge Paulo Lehman, com quem fundou o Garantia, André Jakurski, e Paulo Guedes, seus sócios no Pactual.

Nas décadas seguintes, Luiz Cezar e seu anjo ainda passaram por alguns triunfos, como o crescimento do Pactual, e tragédias, como seus empreendimentos da economia real que lhe custaram seu banco, e a Covid. Suas histórias, de alguma forma, são a própria História do mercado brasileiro, pelo seu protagonismo, inventividade e inovação. Ouvir alguém como Luiz Cezar Fernandes é obrigação. Para escutar o episódio, clique aqui.

A escola Pactual

A caricatura coletiva abaixo, de Chico Caruso, mostra a equipe do Pactual nos anos 1990. A quantidade de protagonistas e outros personagens relevantes do mercado nos dias de hoje dá ideia do peso da “Escola Pactual de Finanças”.

No centro, ao lado do barbudo Luiz Cezar, estão André Jakurski e Paulo Guedes. Se você nos acompanha (nessa e na antiga encarnação) ou segue o mercado financeiro brasileiro, deveria reconhecer muitos dos outros na imagem.

Compartilhe

Por Renato Santiago

Jornalista, co-fundador do canal Market Makers e do Stock Pickers, duas vezes eleito o podcast mais admirado do Brasil. Passou por grandes redações do país, como o jornal Folha de S. Paulo e revista Exame, e atuou na cobertura de diferentes temas, de cotidiano até economia e negócios. Sua missão, hoje, é a de usar sua expertise editorial e habilidades de reportagem para traduzir o mundo das finanças e mercado financeiro ao grande público.

renato.santiago@empiricus.com.br