Podcast

:

LIVE

Como investir na Petrobras (PETR4) sem ser enganado pela política

Aprenda a lidar com o ruído politico e focar nos sinais para investir com segurança e independência

Por Josué Guedes

08 jun 2023 15h17 - atualizado em 16 jun 2023 12h40

Inscreva-se

Quanto tempo de estudo um investidor de ações no Brasil precisa destinar para o noticiário político? O episódio #48 do Market Makers respondeu essa pergunta com a ajuda de dois nomes de peso.

Um deles é Rafael Favetti, advogado e analista político com 20 anos de experiência nos três poderes em Brasília e recentemente fundou a Fatto, uma agência de inteligência política especializada em atender o mercado financeiro. 

O outro convidado é Rodrigo Glatt, sócio-fundador da GTI e gestor do GTI Dimona, um dos melhores e mais longevos fundos de ações do Brasil e que tem a PETROBRAS como maior posição da carteira atualmente.

Depois dessa conversa, você certamente vai encarar o noticiário político de uma outra forma.

>> Receba gratuitamente o relatório da ação que já subiu 45% desde a nossa recomendação <<

O QUE VOCÊ VAI APRENDER NESTE EPISÓDIO

  • A diferença entre análise e o jornalismo político
  • Como a Fatto utilizado dados para fazer análise política
  • O que explica a boa performance dos mercado apesar dos ruídos políticos
  • Como investir na Petrobras (PETR4) sem ser enganado pelos ruídos políticos
  • Politicagem na Petrobras (PETR4): quanto o valuation aguenta de “desaforo”?
  • Como diferencias os sinais e ruídos políticos em torno da Petrobras (PETR4)
  • Por que a GTI não tem Eletrobras (ELET3) na carteira, a visão “contrarian” de investimentos da gestora e o investimento em Neoenergia (NEOE3)
  • Como está a situação política atual do Brasil: uma análise dos primeiros meses do governo Lula
  • Por que maio e junho são tão importantes no cenário político de governos recém-eleitos
  • O que esperar para as próximas eleições: 2024 e 2026
  • Qual a probabilidade da reforma tributária ser aprovada no governo Lula
  • Qual é o gatilho que pode fazer o mercado enxergar a Petrobras com bons olhos
  • Por que a GTI investe em Simpar (SIMH3)

CONVIDADOS

Rodrigo Glatt: Sócio cofundador da GTI e head da equipe de análise desde 2007, Glatt formou-se em Administração de Empresas pela FGV/SP e atuou no time de pesquisa do ABM AMRO Asset de 2007 a 2008, no Itaú de 2002 a 2003 e no Banco Bozano Simonsen de 1997 a 1998. Entre 1999 e 2002, Glatt trabalhou em empresas como a TIM Brasil como analista de planejamento e na Oi (antiga Brasil Telecom) de 2004 a 2005, além de ter gerido o Clube de Investimentos Omaha entre 2005 e 2006.

Rafael Favetti: Fundador e head de análise da Fatto Inteligência Política, Favetti formou-se em direito pela Universidade de Brasília (1998) e possui mestrado em Ciência Política pela Universidade de Brasília (2001) e doutorado em Direito no Instituto de Direito Público. Favetti acumula passagens no Ministério da Justiça, onde atuou como consultor jurídico, STF, foi assessor de Ministro, instrutor interno e membro do Comitê de revisão das Sumulas do Tribunal e no Legislativo, foi consultor dos Republicanos no Senado Federal (2020). 

LIVROS RECOMENDADOS

Rodrigo Glatt

O Investidor Inteligente (Benjamin Graham)

Os Axiomas de Zurique (Max Gunther)

Rafael Favetti

Controle de Constitucionalidade e Política Fiscal (Rafael Favetti)

Velocidade e Política (Paulo Virilio)

Modernidade Líquida (Zygmunt Bauman)

Desrecomendação: As Veias Abertas da América Latina (Eduardo Galeano)

Compartilhe

Por Josué Guedes

josue.guedes@mmakers.com.br