Podcast

01h 03min

“O final do filme a gente já sabe”; por que a Legacy está short no Lula 3

O "mindset" do PT não mudou

Por Josué Guedes

05 dez 2022 12h32 - atualizado em 19 dez 2022 04h43

Inscreva-se

O fundador da meteórica Legacy Capital, que em 4 anos de vida já possui mais de R$ 28 bilhões em ativos sob gestão, está bem preocupado com o cenário para 2023.

No exterior, os BCs não poderão resgatar os mercados como antes e a recessão deve finalmente aparecer. Já no Brasil, sua preocupação é com o “mindset” do PT, que já sinaliza mais gastos num momento do ciclo econômico que não faz sentido nenhum.

A consequência? Ele está “short” em Brasil e zerado em DI (“não lembro quando na minha carreira fiquei sem posição no DI”). Lá fora, está short em bolsas internacionais e está mais tentado a montar posições aplicadas em juros americanos e tomadas em juros europeus. Alguma convicção na compra? Apenas o petróleo.

Além de cenários e posições, falamos também sobre independência do Banco Central, ouro e o que poderia melhorar seu humor para 2023.

Episódio gravado na quinta-feira (1) no evento de fim de ano feito para os assinantes da Comunidade Market Makers*, em São Paulo. Se você quer ficar ainda mais perto do Market Makers e participar dos próximos eventos, clique aqui e faça parte da nossa comunidade.

O QUE VOCÊ VAI APRENDER NESTE EPISÓDIO

  • Como o cenário de recessão nos EUA ano que vem pode impactar os ativos de risco
  • As dificuldades que os Bancos Centrais irão enfrentar em 2023
  • O “fim” do buy the dip
  • Os motivos que podem fazer o petróleo voltar a subir
  • Como o jeito PT de governar pode provocar um desarranjo econômico no Brasil
  • Principais posições da Legacy
  • O risco de reversão da independência do Banco Central e as implicações disso
  • Por que não ficar vendido em estatais no cenário atual
  • Por que investir em Ouro

CONVIDADO

Felipe Guerra: Com passagem pelo Banco BBM (1998-2000), Felipe Guerra, formado em engenharia de produção pela UFRJ, ingressou no Santander em 2005 e chegou a diretor de tesouraria do banco. Em 2018, fundou a Legacy Capital que hoje já possui R$ 28 bilhões sob gestão.

LIVROS RECOMENDADOS

Episódio sem recomendações.

Compartilhe

Por Josué Guedes

josue.guedes@mmakers.com.br